finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bolsa perde R$226 bilhões em valor de mercado em um mês

Em 19 de julho, quando o Ibovespa fechou no recorde histórico de 58.124 pontos, o valor das empresas somava cerca de R$ 2,17 trilhões. Na quinta, elas valiam R$ 1,95 trilhão

Reuters,

18 de agosto de 2007 | 00h29

As empresas com ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) perderam mais de R$ 200 bilhões em valor de mercado em um mês, de acordo com dados da bolsa paulista. Em 19 de julho, quando o Ibovespa fechou no recorde histórico de 58.124 pontos, o valor das empresas somava cerca de R$ 2,17 trilhões. Mas na quinta-feira, após uma queda de 17,4% do principal indicador da bolsa paulista desde o pico alcançado em julho, elas valiam R$ 1,95 trilhão, uma diferença de R$ 226 bilhões. Veja também: Entenda a crise e veja a opinião do governo e de especialistasO sobe de desce do dólar Os efeitos da crise do setor imobiliário dos EUA  "Hoje os múltiplos das empresas estão interessantes", afirmou Nami Neneas, superintendente de renda variável do Banif Primus. "Mas não dá para falar de uma recuperação rápida agora. Não está claro o que vai acontecer lá fora. Pensando no médio e longo prazo, acho que é uma bela oportunidade para fazer posição", complementou.Muitos analistas estão recomendando compra de ações na Bovespa, mas investidores ainda mostram cautela, diante das incertezas em relação à crise iniciada pelos problemas de crédito imobiliário de risco nos Estados Unidos. Nesta sexta-feira, o banco central norte-americano Federal Reserve reduziu a taxa de redesconto nos Estados Unidos (cobrada das instituições financeiras), dizendo que as condições dos mercados financeiros se deterioram e que as crescentes incertezas têm potencial de conter o crescimento econômico à frente.

Tudo o que sabemos sobre:
Aversão ao riscoMercado financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.