Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Bolsa: setor de telecomunicações é favorito

A forte queda na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) que, neste ano, acumula uma baixa de 31,18% até ontem, deixou o preço de algumas ações extremamente depreciados. Muitos analistas acreditam que, entre estas "pechinchas", as ações de empresas do setor de tecnologia devem apresentar uma recuperação mais rápida, pois são papéis com boa liquidez - facilidade de negociação - e estão muito abaixo do preço justo indicado pelos analistas. O administrador de carteira da Deutsche Bank Asset Management, Felipe Mônaco, destaca no setor de telecomunicações as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) da Tele Centro Oeste Celular e da Telemar Norte Leste, também chamada de Nova Telerj. Segundo ele, são empresas com ótimo potencial de crescimento e, no caso da Nova Telerj, em função da reestruturação da companhia, os custos devem ser reduzidos de forma significativa.As ações PN da Telemar e da Brasil Telecom são as indicações da diretora de gestão da Fator Dória Atherino, Roseli Machado. "São empresas com baixa concorrência, boa geração de caixa e estão cotadas muito abaixo do preço-alvo", afirma. A Telemar tem potencial de valorização de 102,43% e a Brasil Telecom, 133,01%, em 12 meses, segundo a diretora, que estabeleceu como preço-alvo para os papéis R$ 50 e R$ 24, respectivamente. O diretor de renda variável da BankBoston Asset Management, Júlio Ziegelmann, indica as preferenciais da Tele Centro Oeste Celular e da Telemig Celular. O preço-alvo estipulado pelo gestor para as ações são R$ 9 e R$ 6,5, o que significa um potencial de valorização de 102,70% e 120,33%, em 12 meses, respectivamente. "Estes papéis estão cotados muito abaixo do que de fato valem. Além disso, são empresas com boa possibilidade de serem vendidas", declara Ziegelmann. As ações PN da Brasil Telecom Participações, segundo o diretor, também são recomendados, com preço-alvo de R$ 23 e expectativa de valorização de 48,48% em 12 meses.Veja nos links abaixo os demais setores e ações recomendados. Confira também as perspectivas para todo o mercado de ações.

Agencia Estado,

02 de outubro de 2001 | 11h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.