Bolsa sobe 2,5% com clima político mais tranquilo

A Bolsa de Valores de São Paulo encerrou a sexta-feira em alta de 2,57%, com os investidores mais otimistas sobre o rumo da crise política e também pelo dia tanquilo nos Estados Unidos. Ainda ajudou a pesquisa do Ibope sobre a popularidade do governo Lula, que, apesar da queda de 12 pontos, foi melhor do que os investidores esperavam. Às 18 horas, o risco País cedia 8 pontos, para 569 pontos-base. O C-Bond teve discreta valorização de 0,2%. Em Wall Street, depois das altas de ontem, o Dow Jones caiu apenas 0,06% e a Nasdaq recuou 0,36%. No mercado de juros, o resultado do IPC da Fipe reforça a tendência de baixa da inflação. Os analistas já falam em corte entre 0,25 ponto e 0,5 ponto percentual na Selic em abril. Os contratos de juros futuros de janeiro, os mais negociados, terminaram a sexta-feira em 15,39%, estável em relação a ontem.

Agencia Estado,

26 Março 2004 | 18h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.