Bolsa sobe 3,42% e juros futuros recuam

O mercado financeiro inverteu a mão hoje e teve um dia positivo, com queda forte do dólar, das taxas de juro e alta da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). A notícia que serviu como justificativa para essa melhora foi a aprovação de mais um parte da reforma da Previdência da Câmara. Os contratos de juros futuros negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) com vencimento em janeiro de 2004 pagavam taxa de 21,880% ao ano, frente a 22,360% ao ano negociados ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 3,42% e com volume de negócios em R$ 679 milhões.O C-Bond ? principal título da dívida brasileira ? avançou para 86,125 centavos por dólar, uma alta de 2,30% em relação à cotação registrada ontem. O dólar comercial encerrou o dia no patamar de R$ 2,9850 na ponta de venda dos negócios, em queda de 2,23% em relação aos últimos negócios de ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.