Bolsa sobe com renúncia do marido de Roseana

A bolsa de São Paulo ampliou a alta para até 3,15%, máximo nível do dia após a renúncia do gerente de Planejamento do Maranhão, Jorge Murad, marido da governadora e candidata do PFL à presidência, Roseana Sarney. O volume financeiro é sólido, totalizando R$ 518 milhões. Além da pesquisa da GPP indicando melhora do candidato José Serra (PSDB) na disputa da presidência da República, agradou ao mercado a notícia de que Murad, confirmou que o R$ 1,34 milhão apreendido na Lunus é dinheiro de campanha. "A situação de Roseana se complica. Até agora, só houve assunção de culpa. As origens dos recursos não estão explicadas", disse um executivo. Em tempo: o mercado assumiu hoje claramente sua preferência por Serra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.