Bolsa sobe e volta aos 20 mil pontos; dólar cai mais

O mercado financeiro teve uma quarta-feira calma, um dia após a decisão do Banco Central dos Estados Unidos manter os juros inalterados em 1% e indicar que as taxas subirão gradativamente. A bolsa de São Paulo voltou aos 20 mil pontos e fechou em alta de 0,19%, com giro de R$ 875 milhões. O índice Dow Jones da bolsa de Nova York recuou 0,06% e a Nasdaq subiu 0,35%.O dólar comercial operou em baixa o dia todo e fechou na cotação mínima, de R$ 2,955 (-0,51%). O recuo das taxas dos títulos públicos dos Estados Unidos permitiu uma correção dos títulos da dívida e o recuo das taxas de risco Brasil. Pouco antes do fechamento, o C Bond registrava valorização de 0,8%, para US$ 917 e o índice que mede a desconfiança do investidor recuava 14 pontos, para 661 pontos. No mercado de juros, o leilão de compra de títulos do tesouro, além do leilão de venda dos mesmos papéis, trouxe alívio aos investidores. Na BM&F, os contratos futuros caíram. Os DIs de janeiro encerram em 15,62% contra 15,73% de ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.