Bolsa tem marca inédita de pontos

Quedas do Dow Jones e do S&P500 nos EUA não impedem recorde; dólar sobe com a volta do BC às compras

Paula Laier, Silvana Rocha e Denise Abarca, O Estadao de S.Paulo

09 de outubro de 2007 | 00h00

Após uma manhã de queda nas Bolsas em Nova York e São Paulo, ontem, a Bovespa recuperou-se à tarde, renovou recorde intraday e fechou em marca inédita de 62.660,8 pontos, em alta de 0,55%. A Bolsa paulista beneficiou-se da melhora das ações da Vale do Rio Doce e Petrobras. No meio-feriado de Columbus Day nos EUA, nessa segunda-feira, o Nasdaq terminou em alta. O Dow Jones e o S&P 500 caíram por causa das expectativas com o início hoje da safra de balanços do 3º trimestre e a divulgação da ata do encontro do Federal Reserve de setembro. O mercado buscará na ata pistas sobre os próximos passos da política monetária do Fed. No câmbio, o dólar subiu a R$ 1,8175 (0,80%) na BM&F e a R$ 1,818 (0,78%) no balcão, ancorado pelo leilão de compra do Banco Central, após 38 sessões fora do mercado. O juro janeiro 2010 subiu a 11,32%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.