Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Bolsa tem novo impulso com Petrobrás e atinge maior nível em dois anos

Melhora no humor dos investidores no exterior ajudou a Bovespa a manter trajetória de alta, com valorização de 1%

Reuters

14 de outubro de 2016 | 17h53

A Bovespa encerrou com seu principal índice em alta nesta sexta-feira, impulsionado pelo melhora do humor no exterior após novos dados da China e pela Petrobrás, que aparece entre os destaques de alta após a companhia estrear política de preço com primeira redução no diesel e gasolina desde 2009.

O Ibovespa subiu 1,06%, para os 61.767 pontos. É o novo pico do ano e também o maior nível desde 4 de setembro de 2014. Ao longo do pregão, a Bolsa chegou a superar os 62 mil pontos, mas depois desacelerou os ganhos.

As ações PN (preferenciais) da Petrobrás fecharam em alta de 3,17%, valendo R$ 16,26, enquanto o papel ON (ordinário) avançou 2,29%, para R$ 17,90.

Câmbio. O dólar fechou em alta ante o real nesta sexta-feira, puxado por fluxo comprador por parte de investidores, sobretudo estrangeiros, que aproveitaram os preços atrativos após o recuo que levou a moeda a ser negociada a R$ 3,16 pela manhã. O dólar subiu 0,61%, para R$  3,2027

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.