coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Bolsa: veja a carteira de ações da Itaú Corretora

O analista chefe da Itaú Corretora, Reginaldo Alexandre, avalia que os papéis de empresas exportadoras devem ser a primeira opção na escolha de uma carteira de ações. Porém, segundo ele, o investidor deve optar por companhias que têm um baixo nível de endividamento. "Não adianta optar por uma empresa que recebe em dólares, mas também possui um grande volume de dívidas em moeda norte-americana".Alexandre destaca ações de cinco empresas: as ordinárias (ON, com direito a voto) da Sabesp, as preferenciais (PN, sem direito a voto) e as ordinárias da Cemig, as ordinárias da Companhia Siderúrgica Nacional, as preferenciais da Confab, e as preferenciais da Telesp. No caso da Sabesp, o analista avalia que a empresa é forte geradora de caixa, além de contar com boas perspectivas de lucro. O preço-alvo para a ação estabelecido pela Itaú Corretora é R$ 228,10, o que significa uma perspectiva de ganho de 128,10% em relação ao fechamento de ontem.Para a ação da Cemig, a Itaú Corretora estabelece o preço-alvo de R$ 46,06, projetando uma rentabilidade de 58,99% nas ações ON e de 45,76% para as ações PN, em relação ao fechamento de ontem. De acordo com Alexandre, apesar dos efeitos negativos da queda de consumo de energia ocorrida ao longo de 2001 e início de 2002 como conseqüência do racionamento, o governo aprovou medidas de compensação pelas perdas de receita e aumento de custos.Já a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) é recomendada pelo analista, pois é uma das principais empresas siderúrgicas de aços planos do País, com operações nos Estados Unidos. A empresa é favorecida por uma demanda interna favorável e o seu endividamento em dólar está protegido, destaca Alexandre. O preço-alvo estabelecido para a ação é de R$ 60,50, projetando um rendimento de 37,50%. Para as preferenciais da Confab, o analista prevê um ganho de 45,45%, com um preço-alvo estabelecido em R$ 3,04. Nas ações preferenciais da Telesp, Alexandre estipula um preço-alvo de R$ 49,12, projetando um ganho de 46,76% sobre o fechamento de ontem.Veja nos links abaixo mais informações sobre o comportamento da Bolsa, a perspectiva para o investimento e as ações mais recomendadas por analistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.