Bolsas asiáticas abrem pregão em baixa

Índice Nikkei de Tóquio caía 0,76%, enquanto o indicador Kospi de Seul perdia 0,70%

Agências internacionais,

17 de fevereiro de 2009 | 01h48

As Bolsas asiáticas abriram o pregão desta terça-feira, 17, em baixa, com os investidores esperando pelo detalhamento da ajuda do Tesouro aos bancos norte-americanos e pela apresentação do programa de Barack Obama para evitar execuções hipotecárias. Veja tambémDe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio baixava 58,61 pontos (0,76%), aos 7.691,59. Já o índice Topix, que reúne as ações mais negociadas, caía 6,05 pontos (0,79%), aos 764,05. O dólar abriu em leve alta no mercado de divisas de Tóquio, cotado a 91,70 ienes, frente aos 91,56 ienes de sexta-feira. Já o euro era cotado a 117,38 ienes, frente aos 116,73 ienes de sexta-feira. Em relação ao dólar, a moeda europeia era negociada a US$ 1,2794, frente aos US$ 1,2749 da última jornada.  O indicador Kospi da Bolsa de Valores da Coréia do Sul perdia 8,25 pontos (0,70%), aos 1.167,22. Já o índice de ações de empresas tecnológicas Kosdaq aumentava 2,79 pontos (0,69%), aos 402,87. O índice Hang Seng da Bolsa de Valores de Hong Kong baixava 260,37 pontos (1,93%), aos 13.195,51. Em Jacarta, o índice composto JKSE perdia 17,71 pontos (1,32%), aos 1.324,30. Enquanto isso, o índice Straits Times da Bolsa de Valores de Cingapura baixava 20,33 pontos (1,21%), aos 1.660,37.  O indicador composto KLCI da Bolsa de Valores de Kuala Lumpur, na Malásia, perdia 5,94 pontos (0,65%), aos 901,25. Em Bangcoc, o indicador SET caía 2,54 pontos (0,56%), aos 444,10. O seletivo PSEI da Bolsa de Valores de Manila baixava 4,94 pontos (0,26%), aos 1.910,85.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.