Bolsas asiáticas abrem pregão em baixa

Índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio caía 0,34%, já o Kospi, de Seul, subia 0,18%

Agências Internacionais,

27 de fevereiro de 2009 | 01h25

A maioria das Bolsas asiáticas abriu o pregão desta sexta-feira, 27, em baixa, após o presidente americano Barack Obama apresentar uma proposta de orçamento para o país que prevê um déficit de US$ 1,75 trilhão em 2009.   Veja também: Bancos dos EUA têm 1º prejuízo trimestral desde 1990  Governo inclui mais US$ 250 bi em orçamento para salvar bancos Obama pedirá em orçamento US$ 200 bi para guerras dos EUA Orçamento deve ter déficit de US$ 1,75 trilhão, o maior desde 1945 As medidas do emprego De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise   O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio caía 0,34%, para 7.432,33 pontos. Por sua vez, o indicador Topix perdia 0,04%, para 742,22.   O dólar abriu em alta no mercado de divisas de Tóquio, a 98,31 ienes, contra os 97,92 ienes do último fechamento. O euro era cotado a 125,04 ienes e a US$ 1,2715, frente às cotações de 124,46 ienes e de US$ 1,2708 do dia anterior.   O índice seletivo Psei, da Bolsa de Valores de Manila, perdia 0,93 ponto (0,05%), aos 1.879,45. O indicador composto KLCI, da bolsa de Kuala Lumpur, estava em 890,88 pontos, após ter queda de 2,54 (0,28%).   O índice Straits Times, da bolsa de Cingapura, caía 2,84 pontos (0,18%), aos 1.614,60.     O indicador Kospi do mercado sul-coreano ganhava 1,92 pontos (0,18%) para se situar em 1.056,71 pontos. O índice de valores tecnológios Kosdaq subia 1,13 pontos (0,31%) até 359,78 pontos. O índice SET, da Bolsa de Valores de Bangcoc, subia 1,34 ponto (0,3%), aos 433,28. O índice composto JKSE, da bolsa de Jacarta, ganhava 2,28 pontos (0,18%), aos 1.292,60.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.