Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Bolsas asiáticas abrem pregão em queda

Índice Nikkei de Tóquio cai 154,38 pontos (-1,81%); Indicador Kospi perde 25,03 pontos (2,32%)

Agências internacionais,

18 de novembro de 2008 | 00h56

As Bolsas asiáticas abriram o pregão desta terça-feira, 18, em baixa, seguindo a tendência dos mercados norte-americanos decepcionados pela falta de resultados concretos da cúpula do G20.   Veja também De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise    O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio caía 154,38 pontos (1,81%), aos 8.368,20 pontos. Já o Topix, que reúne as ações mais negociadas, baixou 6,78 pontos (0,79%), até 843,71 pontos.   O dólar abriu em baixa no mercado de divisas de Tóquio, negociado a 96,42 ienes, frente aos 97,10 ienes da jornada anterior. O euro era cotado a 121,90 ienes, frente aos 122,24 ienes de segunda. Com o dólar, a moeda européia era negociada a US$ 1,2642, frente a US$ 1,2589.   Em Seul, o indicador Kospi perdia 25,03 pontos (2,32%), aos 1.053,29. O índice de ações de empresas tecnológicas Kosdaq caía 2,19 pontos (0,69%), aos 312,79 pontos.   O índice Hang Seng da Bolsa de Hong Kong operava em baixa 230,65 pontos (1,70%), aos 13.298,88.   Em Manila, o índice PSEI caía 73,79 pontos (3,80%), aos 1.866,21. O JKSE de Jacarta perdia 57,07 pontos (4,61%), aos 1.179,87. O índice SET da Bolsa de Bangcoc diminuía 4,03 pontos (0,92%), aos 430,18, enquanto que o Straits Times de Cingapura perdia 15,82 pontos (0,90%), aos 1.733,85.   Já o KLCI de Kuala Lumpur operava nos primeiros minutos do pregão em alta de 0,08 ponto (0,01%), aos 884,14.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.