Bolsas asiáticas caem por Europa e redução de previsões do Fed

O índice MSCI das ações da Ásia-Pacífico, com exceção do Japão, caiu 0,7%, com o setor de consumo liderando o declínio

Reuters,

23 de junho de 2011 | 10h32

O dólar avançou e as bolsas de valores da Ásia recuaram nesta quinta-feira, 23, com os investidores relutantes em comprar ativos arriscados antes de uma reunião de líderes europeus, que poderia ser dominada pela crise na Grécia. Além disso, o Federal Reserve reduziu suas previsões para o crescimento econômico dos Estados Unidos.

A economia norte-americana está desacelerando e o Fed não ofereceu um estímulo adicional neste momento, mesmo depois de o Banco da Inglaterra ter surpreendido os operadores na quarta-feira ao dizer que estava considerado um maior afrouxamento quantitativo.

A notícia de que o crescimento industrial ficou quase estagnado em junho pelo enfraquecimento da demanda global foi mais um sinal para se reduzir ainda mais a carteira de ativos que são vulneráveis à volatilidade.

"A chave nesse ambiente é realmente uma baixa alavancagem", disse o chefe de mercados financeiros da Rabobank à Reuters Television.

O índice Nikkei caiu 0,3%, pressionado pelas ações de tecnologia. Mas a compra externa de ações japonesas relativamente baratas e a força dos papéis de blue-chips como a Fast Retailing e Honda Motor deverão continuar a apoiar o mercado acionário de Tóquio.

O índice MSCI das ações da Ásia-Pacífico, com exceção do Japão, caiu 0,7%, com o setor de consumo liderando o declínio.

As ações chinesas negociadas em Hong Kong caíram 1,2%, mantendo sua performance abaixo do índice Hang Seng, após o índice HSBC de atividade industrial chinesa atingir sua mínima em 11 meses.

(Reportagem adicional de Ayai Tomisawa e Antoni Slodkowski)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.