Bolsas asiáticas encerram em alta

Índice Hang Seng ganhou 1%, e terminou aos 20.608,70 pontos

Ricardo Criez e Hélio Barboza, da, Agência Estado

26 de fevereiro de 2010 | 08h33

A maioria dos mercados da Ásia terminou a semana no campo positivo. Nesta sexta-feira, apenas a China não acompanhou a tendência das demais bolsas da região. Não houve negociações na Indonésia e na Malásia por ser feriado.

A Bolsa de Tóquio apresentou ganhos modestos, ajudadapelos dados melhores do que o esperado sobre a produção industrial, quecontribuíram para amenizar o impacto de uma valorização do iene -particularmente contra o euro. A alta da moeda prejudicou empresas demanufatura como Canon e Ricoh, com exposição relativamente alta aosmercados da zona do euro. O índice Nikkei 225 subiu 24,07 pontos, ou0,2%, e fechou aos 10.126,03 pontos.

 

A Bolsa de Hong Kong reagiu bem aos ganhos anunciados por empresas blue chip no exterior. Isso afastou os temores sobre os créditos europeus. O índice Hang Seng ganhou 209,13 pontos, ou 1%, e terminou aos 20.608,70 pontos - na semana, o índice acumulou alta de 3,6%.

As renovadas preocupações sobre a recuperação da economia global detonaram um processo de realização de lucros e fizeram as Bolsas da China fechar em ligeira queda. O índice Xangai Composto caiu 0,3% e encerrou aos 3.051,94 pontos. O índice Shenzhen Composto baixou 0,1% e terminou aos 1.172,33 pontos.

O yuan fechou em alta ante o dólar à tarde, uma vez que as companhias de trading venderam ações excedentes de suas unidades americanas depois de completarem os pagamentos do fim do mês. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8260 yuans, de 6,8268 yuans do fechamento de ontem.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, teve ligeira elevação, com os fundos à procura de ações defensivas nos setores financeiro e de construção. O índice Taiwan Weighted subiu 0,1% e encerrou aos 7.436,10 pontos.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou em alta depois que compras programadas anularam o efeito das vendas realizadas por investidores estrangeiros e interromperam uma sequência de dois dias de perda. O índice Kospi ganhou 0,5% e fechou aos 1.594,58 pontos.

Em Sydney, na Austrália, a Bolsa teve a ajuda dos relatórios positivos divulgados por ANZ Bank, Woolworths e AGL Energy. O índice S&P/ASX 200 teve alta de 1% e fechou aos 4.637,70 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila ganhou 0,4% e fechou aos 3.043,75 pontos.

A Bolsa de Cingapura ficou estável, uma vez que os investidores estiveram esperando por notícias novas sobre a saúde da economia global. O índice Strait Times fechou aos 2.750,86 pontos.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, subiu 0,6% e fechou aos 721,37 pontos, seguindo as altas nos mercados regionais. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas, Ásia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.