Bolsas asiáticas iniciam o pregão em alta

O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, subia 2,58%; já o Topix alcançava 2,91%, para 1.330,68 pontos

Efe,

29 de janeiro de 2008 | 02h36

AS bolsas asiáticas abriram nesta terça-feira, 29, em alta, após operarem durante toda a segunda-feira em baixa. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, subiu 2,58% no início do pregão, alcançando 13.425,31 pontos. Já o índice Topix subia 2,91%, para 1.330,68 pontos. Veja também:À espera de nova queda de juro nos EUA, Bovespa sobeWall Street tem alta por expectativa de corte de juroBolsas européias fecham em queda com temor sobre economia O índice Hang Seng da Bolsa de Hong Kong operava nos primeiros minutos em alta de 586,49 pontos (2,44%), aos 24.640,1. Em Manila, o índice PSEI subia 19,97 pontos (0,62%), aos 3.223,53. Na bolsa de Cingapura, o índice Straits Times avançava 57,61 pontos (1,89%), aos 3.092,60. O índice SET da Bolsa de Bangcoc operava em alta de 9,59 pontos (1,28%), aos 753,95. O índice composto JKSE da Bolsa de Jacarta subia 28,27 pontos (1,09%), chegando aos 2.610,32. O índice composto KLCI da Bolsa de Kuala Lumpur operava em alta de 8,74 pontos (0,63%), aos 1.389,32. Início da semana As bolsas asiáticas começaram a semana com perdas, como resultado da desvalorização das ações nos Estados Unidos e Europa na sexta-feira. A maior queda foi registrada na Bolsa de Xangai. O índice geral da Bolsa de Valores de Xangai fechou nesta segunda-feira, 28, em baixa de 342,39 pontos (7,19%), até 4.419,29. Em Shenzhen, o índice geral caiu 1.116,18 unidades (6,45%), até 16.177,83 pontos.  Em Hong Kong, o índice Hang Seng fechou o pregão em queda de 1.068,76 pontos (4,25%), até 24.053,61 unidades. Em Tóquio, o índice Nikkei caiu 541,25 pontos (3,97%), até 13.087,91 unidades. O Topix, que reúne todos os ativos da primeira seção, perdeu 51,74 pontos (3,84%), até 1.293,03 unidades. O índice Kospi da Bolsa de Seul fechou o pregão em queda de 65,22 pontos (3,85%), até 1.627,19 unidades. Já o índice de valores tecnológicos Kosdaq perdeu 19,26 unidades, para 634,52 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.