Bolsas asiáticas operam sem tendência definida

Índice Nikkei da Bolsa de Tóquio chegou a operar abaixo dos 7 mil pontos para se recuperar no meio do pregão

Agências internacionais,

28 de outubro de 2008 | 02h08

As Bolsas asiáticas operam com resultados mistos nesta terça-feira, 28. A maioria delas abriu em baixa alinhadas com a deterioração das bolsas americanas e européias, que fecharam em queda na segunda-feira. O índice japonês chegou a operar em alta na primeira jornada, mas inverteu a tendência logo em seguida, para se recuperar na segunda parte do pregão.   Veja também: Lições de 29 A crise de 29 na memória de José Mindlin Veja o que muda com a Medida Provisória 443 Veja as semelhanças entre a MP 443 e o pacote britânico Consultor responde a dúvidas sobre crise   Como o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise A cronologia da crise financeira  Dicionário da crise    O índice Nikkei da Bolsa de Tóquio chegou a ficar abaixo dos 7 mil pontos pela primeira vez em 26 anos, ao perder 2,34% até 6.994,90 pontos nas operações matinais.   No meio da jornada, o indicador caía 67,86 pontos, 0,95%, para 7.095,04. Anteriormente, o índice subiu quase 1%, mas a tendência de alta foi invertida em seguida com o crescente medo de uma recessão global e a preocupação com os fracos ganhos das empresas japonesas. Por volta da 1h45 (hora de Brasília), o Nikkei subiu 175,32 pontos para 7.338,22.   "O medo de uma recessão global continua crescendo. Nós estamos vendo a venda de ações dos bancos preocupados com o enfraquecimento de suas reservas de capital", disse Kazuhiro Takahashi, estrategista da Daiwa Securities SMBC Co. Ltd.   O dólar abriu em alta no mercado de divisas de Tóquio, a 93,20 ienes, frente aos 92,95 ienes do fechamento anterior. O mesmo aconteceu com a moeda européia. O euro era cotado a 116,13 ienes e a US$ 1,2461, frente às cotações de 115,65 ienes e de US$ 1,2441 do fechamento anterior.   As Bolsas de Hong Kong e Seul operavam em alta por volta das 2 horas (horário de Brasília). Os ganhos eram de +3,68% e +2,21%, respectivamente. A Bolsa de Bangcoc chegou a ganhar +0,32%, para em seguida perder -0,98%.   As outras Bolsas asiáticas amargavam perdas. Xangai caía -2,87%, Jacarta -6,23%, Cingapura -7,32% e Kuala Lumpur -6,73%.   (Texto atualizado às 2h15)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.