Bolsas asiáticas sobem animados por bancos e Intel

As principais bolsas asiáticasapresentaram ganhos sólidos nesta quarta-feira, comexportadoras do setor tecnológico ganhando força com asperspectivas da maior fabricantes de chips do mundo, a Intel, epapéis do setor de energia sustentados pela alta do petróleo. Ações de instituições financeiras também tinham alta depoisque diversos bancos regionais dos Estados Unidos apresentarambalanços acima das expectativas, sugerindo que nem tudo estátão ruim num setor impactado pela crise global de crédito. Às 7h45 (horário de Brasília) o índice MSCI da ÁsiaPacífico exceto Japão subia 1,09 por cento, aos 472 pontos,próximo ao fim dos negócios. O índice Nikkei da bolsa de Tóquio avançou 1,2 por cento,para 13.146 pontos, puxados por empresas exportadoras do setortecnológico como a Sony, com papéis de instituições financeirasavançando. A confiança dos investidores também ganhou força depois quea Intel afirmou sua meta de margem de lucro para 2008, animandoinvestidores preocupados com o impacto de uma economianorte-americana mais fraca. Taiwan teve um ganho mais expressivo na região, de 1,6 porcento, enquanto a bolsa de Hong Kong fechou em leve queda de0,10 por cento. Ações do setor de energia e base figuravam entre as maioresaltas, se beneficiando da alta nos preços do petróleo. Analistas afirmara que uma matéria do Wall Street Journalcolocando que o Merrill Lynch anunciará entre 6 e 8 bilhões dedólares em baixas contábeis limitou o impacto. "Qualquer coisa negativa irá afetar papéis de financeiras,isso é certo", afirmou Lucinda Chan, diretora na MacquarieEquities, em Sydney. "Mas a notícia não me surpreende e é porisso que os investidores não estão cedendo totalmente. Todomundo está meio que em compasso de espera". Em Seul o principal índice fechou em alta de 0,94 porcento, aos 1.758 pontos. A bolsa australiana avançou 1,29 porcento, aos 5.470 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.