Bolsas da Ásia caem com temores sobre crescimento e inflação

As bolsas de valores da Ásia fecharamem queda nesta quarta-feira, marcando a sexta baixa em setedias. As preocupações relacionadas às perspectivas econômicasdos Estados Unidos e o cenário inflacionário mantiveram osinvestidores cautelosos apesar do petróleo finalmente terrecuado para abaixo dos 129 dólares por barril. O índice MSCI que reúne os mercados da região Ásia-Pacíficoexceto Japão caía 0,57 por cento, a 476 pontos. "Embora os preços do petróleo desaceleraram um pouco, elescontinuam altos e a volatilidade nos mercados de câmbio estácontribuindo para a incerteza dos investidores sobre o ambientemacroeconômico", disse Lee Kyoung-su, analista de bolsa doDaewoo Securities. "Vimos uma recuperação técnica ontem (terça-feira) após umasemana de perdas e parece que os ganhos pararam por enquanto." No Japão, o índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO declinou 1,3por cento, para 13.709 pontos, acumulando no ano perdas de 10,4por cento. A bolsa de SYDNEY caiu 1,3 por cento. Em HONG KONG, oindicador Hang Seng declinou 0,13 por cento, puxado pelaterceira maior petrolífera e produtora de gás da China, aCNOOC, que se desvalorizou em 4,8 por cento. Na Coréia do Sul, a bolsa de SEUL teve baixa de 1,1 porcento, com as perdas da montadora Hyundai Motor. Em TAIWAN, aqueda foi de 1,3 por cento e em XANGAI o mercado foi nacontramão, avançando 2,48 por cento. A bolsa de CINGAPURA subiu0,56 por cento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.