Bolsas da Ásia fecham positivas

As Bolsas da Ásia tiveram uma sexta-feira tranqüila e fecharam, em sua maioria no positivo. Uma das exceções foi o pregão da Indonésia, onde o índice Jacarta Composto escorregou 2,91%, em razão da crescente instabilidade política no país. O ambiente negativo também predominou na Bolsa de Hong Kong, em que o índice Hang Seng regrediu 0,22%, apesar de a agência de risco de crédito Standard & Poor´s ter anunciado a elevação do rating da dívida em moeda estrangeira de longo prazo da ilha. Em Taiwan, a expectativa de recuperação das empresas de tecnologia no segundo semestre e a queda das taxas de juros animaram o mercado. O índice Taiwan Weighted computou uma valorização de 0,88%. Os investidores da bolsa filipina saudaram o pronunciamento do governo que prometeu apoiar as reformas do setor de eletricidade e o índice PSE Composto, referencial do pregão, fechou em alta de 0,72%. Na Coréia do Sul, o entusiasmo gerado pela decisão do governo de permitir o aumento do volume de recursos que os fundos de pensão podem aplicar em ações, assim como as perspectivas de que haja corte nas taxas de juro locais em breve, continuaram a motivar os investidores. O índice Kospi teve alta de 0,65%. O índice KLSE, da Bolsa da Malásia, encerrou com ganho de 0,68%. Em Cingapura, o índice Straits Times recuou 0,45%, enquanto o Thai Set, da Bolsa de Bangcoc, teve comportamento semelhante, caindo 0,85%. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.