Bolsas da Ásia recuam após Fed cortar projeção de PIB dos EUA

As bolsas de valores da Ásia terminaram em queda nesta quinta-feira, após notícias de que o Federal Reserve reduziu suas estimativas sobre o crescimento econômico dos Estados Unidos nos próximos três anos.

CHARLOTTE COO, REUTERS

21 de maio de 2009 | 08h05

O índice Nikkei, de TÓQUIO, recuou 0,9 por cento, conforme a firmeza do iene pressionou exportadores, incluindo a Honda Motor. As ações do setor de tecnologia registraram perdas após a maior fabricante mundial de computadores, a Hewlett-Packard, diminuir sua projeção para 2009.

O dólar atingiu o menor patamar em seis meses frente à libra e o nível mais baixo em quase cinco meses ante uma cesta com as principais moedas.

Na nova previsão trimestral, o Fed projeta que a economia norte-americana vai se contrair entre 1,3 e 2 por cento neste ano, com a taxa de desemprego em alta de 9,2 a 9,6 por cento.

"Contanto que os mercados acionários dos EUA não tenham queda acentuada, a tendência no mercado cambial é ver a recuperação econômica continuando", disse Alan Ruskin, estrategista do Royal Bank of Scotland, em uma nota a clientes.

Às 7h54 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne as principais bolsas da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão perdia 1,12 por cento depois de alcançar a máxima em mais de sete meses na terça-feira.

As ações em XANGAI recuaram 1,54 por cento, com as blue chips em desvalorização diante de novas preocupações sobre a força da recuperação econômica na China. Já HONG KONG retrocedeu 1,58 por cento, enquanto CINGAPURA mergulhou 2,57 por cento, SYDNEY teve declínio de 0,28 por cento e SEUL de 0,98 por cento.

Na contramão, TAIWAN ganhou 0,23 por cento.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.