Bolsas da Ásia sobem por pacote de estímulo à economia dos EUA

As bolsas de valores asiáticasregistraram forte alta nesta sexta-feira. O pacote de estímulodos Estados Unidos, dados positivos sobre emprego na maioreconomia do mundo e a expectativa de outro corte de juro peloFederal Reserve reduziram os temores de uma recessãonorte-americana. As ações de bancos da região ignoraram o escândalo contábilbilionário do francês Société Générale e avançaram, bem comopapéis do setor de energia com a recuperação do preço dopetróleo no mercado internacional. O índice MSCI de ações da Ásia-Pacífico, excluindo o Japão,subia 5,09 por cento às 8h50 (horário de Brasília). O presidente dos EUA, George W. Bush, e líderes doCongresso concordaram na quinta-feira com um pacote de cortesde impostos de 150 bilhões de dólares e incentivos aos negóciospara evitar uma recessão no país. A idéia se mostrou insuficiente para animar Wall Streetquando foi anunciada na semana passada, mas o fato de a CassaBranca ter conseguido um acordo com o Legislativo deu algumaconfiança aos investidores, assim como a divulgação de quedanos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA. Além disso, o mercado espera que o banco centralnorte-americano corte mais uma vez a taxa de juro na semana quevem, depois da redução surpresa de 0,75 ponto percentual naterça-feira. Em Tóquio, o índice Nikkei subiu 4,1 por cento, sua maioralta diária desde março de 2002. Ainda assim, o indicadoracumulou queda de 1,7 por cento na semana e tem baixa de 11 porcento este ano. Em Hong Kong, o avanço das ações do HSBC ajudou o mercadoacionário a disparar 6,73 por cento. Na Austrália, a bolsa deSydney subiu 5,02 por cento, maior valorização diária em umadécada e que permitiu que o índice terminasse a semana comganho de 2 por cento. (Reportagem adicional de Kim So-young em Seul) REUTERS CB

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.