Bolsas da Ásia sobem, Tóquio tem máxima desde outubro de 2008

As principais bolsas de valores da Ásia fecharam esta sexta-feira em alta, com desempenho positivo em quase todos os setores. O índice de ações da região acumula alta de cerca de 1 por cento no trimestre.

KEVIN PLUMBERG, REUTERS

26 de março de 2010 | 08h01

O índice MSCI que acompanha as principais bolsas da região Ásia-Pacífico exceto Japão tinha alta de 0,51 por cento, aos 419,98 pontos, às 7h57 (horário de Brasília).

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO subiu 1,55 por cento, para 10.996 pontos, maior nível desde outubro de 2008, ajudado por empresas voltadas à exportação e setor de tecnologia.

"Basicamente parece que o problema (da Grécia) será resolvido sem muito tumulto, então as coisas devem se acalmar. A única preocupação é se vão aparecer mais problemas com Portugal e Espanha", afirmou Kenichi Hirano, operador na Tachibana Securities, em Tóquio.

Na quinta-feira, os países da zona do euro e o FMI concordaram em dar ajuda financeira conjunta à endividada Grécia.

Em HONG KONG, o índice Hang Seng fechou em alta de 1,32 por cento, aos 21.053 pontos. XANGAI ganhou 1,34 por cento, a 3.059 pontos, enquanto que TAIWAN se valorizou em 0,49 por cento, para 7.876 pontos.

Na Coreia do Sul, a bolsa de SEUL ganhou 0,55 por cento, para 1.697 pontos.

CINGAPURA teve alta de 0,62 por cento, para 2.906 pontos. SYDNEY teve ganho de 0,24 por cento, para 4.896 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.