Bolsas da Europa fecham em alta com bancos e ações de energia

LONDRES (Reuters) -O principal índice de ações da Europa atingiu o maior patamar de fechamento em 11 meses nesta quarta-feira, com a firmeza dos preços do petróleo impulsionando as ações do setor de energia, enquanto o Commerzbank conduzia os ganhos do segmento financeiro.

REUTERS

09 de setembro de 2009 | 13h26

O índice FTSEurofirst 300, referência das principais bolsas europeias, subiu 1 por cento, para 987 pontos, alcançando o nível mais alto desde o início de outubro. O avanço marcou a quarta sessão consecutiva de alta.

O indicador saltou 19 por cento neste ano e acumula alta de 53 por cento desde que atingiu a mínima recorde no começo de março, mas ainda está cerca de 15 por cento abaixo do nível visto antes do colapso do Lehman Brothers um ano atrás, o que acelerou a crise global de crédito.

O segmento bancário apresentou um dos melhores desempenhos, com o Commerzbank em alta de 11,6 por cento após ter dito que reembolsará garantias pendentes do Estado imediatamente. Martin Blessing, presidente-executivo da instituição, ainda espera alcançar suas metas de lucro.

Outras ações do setor financeiro também tiveram oscilação positiva. Standard Chartered, HSBC, Barclays, Société Générale, Credit Agricole e Swedbank ganharam entre 1 e 3,4 por cento.

"O mercado tem sido ajudado pelas notícias de fusão e aquisição nesta semana. Apenas impulsionou o sentimento e os investidores sentem que as atividades de fusão e aquisição podem conduzir o mercado novamente", afirmou Chicuong Dang, analista de ativos da Richelieu Finance, em Paris.

"Mas nós não vimos nenhum sinal forte de recuperação sustentável em andamento. Precisamos ver fortes dados macroeconômicos mostrando que as coisas estão melhorando."

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 1,15 por cento, a 5.004 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 1,69 por cento, para 5.574 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 1,28 por cento, para 3.707 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib avançou 1,15 por cento, para 22.802 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 teve valorização de 0,84 por cento, para 11.462 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 0,94 por cento, para 7.999 pontos.

(Reportagem de Atul Prakash)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.