Bolsas de NY abrem em baixa, à espera do Fed

Dow Jones caía 0,07%, o Nasdaq recuava 0,16% e o S&P 500 cedia 0,14%

Danielle Chaves, da, Agência Estado

23 de fevereiro de 2010 | 11h45

As Bolsas de Nova York abriram o dia em baixa, enquanto os mercados continuam discutindo estratégias para as taxas de juros. Os investidores aguardam ainda as declarações que o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, fará amanhã na Câmara e quinta-feira no Senado. Na semana passada, o Fed elevou a taxa de redesconto, em um movimento inesperado. Às 11h35 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,07%, o Nasdaq recuava 0,16% e o S&P 500 registrava baixa de 0,14%.

Notícias da Europa colaboram para a pressão sobre as Bolsas internacionais. O presidente do Banco da Inglaterra (BOE, o banco central inglês), Mervyn King, afirmou que a recuperação da economia mundial é frágil e que a da zona do euro (que reúne os 16 países que adotam o euro como moeda) parece paralisada. A queda no índice de confiança das empresas da Alemanha e nos gastos com consumo na França também pesam sobre as ações.

Nos EUA, o índice S&P Case-Shiller, que mostra o preço dos imóveis residenciais nas dez maiores regiões metropolitanas do país, caiu 2,4% em dezembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Já o índice de preços nas 20 maiores regiões metropolitanas cedeu 3,1%.

Entre os balanços divulgados hoje, as varejistas são os destaques. Home Depot anunciou seu primeiro aumento de dividendo desde 2006, depois de superar as estimativas com um lucro de US$ 342 milhões (US$ 0,20 por ação). Já a Sears Holdings informou que seu lucro mais do que dobrou no último trimestre do ano passado, para US$ 430 milhões (US$ 3,74 por ação). O lucro da Target saltou 54%, para US$ 936 milhões (US$ 1,24 por ação), enquanto a Macy''s saiu de prejuízo para lucro de US$ 466 milhões (US$ 1,10 por ação). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ações, Bolsas, Nova York

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.