Bolsas devem recuar levemente na abertura

As bolsas norte-americanas devem abrir em leve baixa, conforme sugerem os índices futuros de ações, após os dados confusos sobre o desemprego de janeiro nos EUA. A taxa de desemprego cresceu para 4,2% em janeiro, apesar da elevação de 268 mil no número de novos postos de trabalho criados, acima das estimativas de 90 mil. O setor de semicondutores deve ser pressionado com anúncios desfavoráveis pela indústria. As ações da Silicon Storage Technology, do setor, caíram 11% no pré-mercado, com anúncio ontem no fim do dia de que a desaceleração nos EUA deverá provocar queda de 10% nas vendas no primeiro trimestre em relação ao quarto trimestre. A companhia informou também lucro de US$ 0,42 por ação, US$ 0,04 abaixo das estimativas de Wall Street. Os papéis da Dell Computer subiram 3,6% com declarações do diretor-executivo da empresa de que seu desempenho no primeiro trimestre foi superior ao do trimestre anterior. Os papéis da Amazon avançaram 1,5%. As informações são da Dow Jones e agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.