Bolsas em NY avançam após duas quedas; petróleo cai

Wall Street reagiu modestamente hoje após duas sessões de queda abrupta, trazidas pela disparada do petróleo. Os preços do petróleo bateram novo recorde nesta quinta-feira, ficando acima de US$ 135 o barril, e depois recuaram, dando algum alívio aos investidores. O Departamento do Trabalho norte-americano informou que o número de trabalhadores a procura de auxílio-desemprego caiu 9 mil na semana passada para 365 mil. O mercado esperava um leve aumento nos pedidos. Mas os problemas econômicos gerados pelos preços ascendentes de energia continuam no foco das atenções. "As pessoas estão preocupadas com a economia e com o que está ocorrendo com o petróleo", disse Scott Fullman, diretor de derivativos do WJB Capital Group em Nova York. Ele prevê que os mercados seguirão nervosos e que o baixo volume de negociação indica que os ganhos estão vindo sem muita convicção. Por volta do meio-dia, o Dow Jones subia 0,07%, para 12,610.23 pontos. O Standard & Poor''s 500 subia 0,10%, para 1,392.09 pontos, e o Nasdaq avançava 0,47%, para 2,459.68 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.