Bolsas européias abrem em queda, à espera de dados dos EUA

Resultados negativos em Wall Street e discurso de Bernanke pioram clima nos mercados asiáticos

Priscila Arone e Ricardo Criez, da Agência Estado,

29 Fevereiro 2008 | 09h16

As bolsas da Europa abriram em queda nesta sexta-feira, 29, enquanto os investidores aguardam mais dados sobre a economia americana e acompanham desconfiados os desdobramentos da liquidação de um fundo de hedge da Peloton Partners, com sede em Londres. Em Londres, o FTSE-100 perdia 1,29%; o CAC-40, de Paris recuava 1,29% e o DAX, e Frankfurt, -1,65%.   Na Ásia, a maioria dos mercados asiáticos teve desempenho negativo, influenciados pelos resultados em Wall Street, pela queda do dólar ante o iene e por fracas previsões econômicas nos EUA. Declarações do presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, sobre a possibilidade de que alguns bancos pequenos venham a falir, elevaram as expectativas de novo corte de juros nos EUA e os temores de uma recessão.   A realização de lucros nas imobiliárias e as prolongadas preocupações sobre uma possível estagflação nos EUA fizeram a Bolsa de Hong Kong fechar em baixa. O índice Hang Seng perdeu 260,02 pontos - ou 1,1% - e encerrou aos 24.331,67 pontos, com moderado volume de negociações.   A Bolsa de Taipé, em Taiwan, encerrou em queda, seguindo Wall Street. O índice Taiwan Weighted recuou 0,6% e fechou aos 8.412,76 pontos, mas chegou a cair para 8.367,45 pontos. Na Coréia do Sul, a Bolsa de Seul apresentou baixa.   O mercado filipino reverteu as perdas do início do pregão e fechou em alta, com a decisão dos investidores de aproveitar os preços baixos dos papéis. O índice PSE Composto da Bolsa de Manila subiu 0,6% e terminou aos 3.129,99 pontos. Já o mercado australiano registrou o pior desempenho da semana. O índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney recuou 1,4% e fechou aos 5.572,10 pontos.   A Bolsa de Cingapura fechou em baixa pelo segundo dia seguido. O índice Straits Times caiu 1,6% e encerrou aos 3.026,45 pontos. Na Indonésia, o índice composto da Bolsa de Jacarta recuou 1,3% e fechou aos 2,721,94 pontos, seguindo o desempenho dos demais mercados asiáticos. Na Tailândia, o índice SET da Bolsa de Bangcoc subiu 0,4% e fechou aos 845,76 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 0,8% e fechou aos 1.357,40 pontos.   China   Na contramão dos mercados, medidas de apoio adotadas pelo governo e os investidores em contínua busca de ofertas de ocasião em blue chip levaram as Bolsas da China a fechar em alta. O índice Xangai Composto subiu 1,1% e terminou aos 4.348,54 pontos. Já o Shenzhen Composto ganhou 1,3% e encerrou aos 1.373,89 pontos.

Mais conteúdo sobre:
MercadosÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.