Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Bolsas européias abrem negociações em baixa

Em Madri, o índice Ibex-35 baixava 1,64%; queda em Zurique chegava a 0,82%

Agências internacionais,

25 de novembro de 2008 | 06h49

Apesar de registrarem ganhos no pregão de segunda-feira, as bolsas européias abriram as negociações nesta terça-feira, 25, em baixa. Veja também:Bolsas asiáticas fecham em forte altaDe olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise  O índice S&P/MIB da Bolsa de Milão operava nos primeiros minutos do pregão em baixa de 1,88%, para 19.524 pontos. O índice geral Mibtel registrava na baixa de 1,53%, aos 15.242 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 baixava 135 pontos (1,64%), aos 8.487. Já o Índice Geral da Bolsa de Madri caía 1,38%, para 907 pontos. O índice geral SMI (Swiss Market Index) da Bolsa de Zurique baixava 0,82%, para 5.421,76 pontos. Na segunda-feira, o plano bilionário de resgate do Citigroup, o pacote de estímulo fiscal do governo britânico de 20 bilhões de libras (US$ 30,24 bilhões) e a confirmação de Timothy Geithner como secretário do Tesouro do governo de Barack Obama levaram otimismo aos mercados mundiais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.