Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Bolsas europeias avançam por setor de construção e bancos

Os mercados acionários europeus fecharam em alta nesta quinta-feira, com destaque para o setor de construção após os resultados da Holcim terem agradado investidores. Bancos e companhias ligadas a commodities também exibiram bom desempenho.

REUTERS

20 de agosto de 2009 | 13h13

O índice FTSEurofirst 300, principal referência dos mercados acionários europeus, fechou em alta de 1,38 por cento, a 944 pontos.

"A boa performance de hoje é relacionada em parte aos números melhores que o esperado de Holcim e Ahold... assim como à forte recuperação na China, cujos mercados vinham recuando", disse Heino Ruland, estrategista na Ruland Research.

A confiança melhorou após as ações da China terem ganhando 4,5 por cento, no segundo maior ganho percentual diário do ano. Sinais moderados de apoio oficial ao mercado desencadearam compras técnicas após o mergulho de 20 por cento nas últimas duas semanas.

As ações do segmento de construção estiveram entre as maiores altas. A fabricante de cimento Holcim avançou 5,7 por cento, após ter anunciado que os pacotes de estímulo dos governos dos Estados Unidos e da Europa vão ajudar o setor no ano que vem, após o declínio norte-americano ter diminuído no segundo trimestre.

Os papéis do Ahold ganharam 4,2 por cento, após o grupo holandês de supermercados ter divulgado lucro no segundo trimestre superior às expectativas.

Os bancos tiveram a principal contribuição para o avanço dos índices, enquanto as ações de energia foram puxadas pelo petróleo . BG Group, BP, Royal Dutch Shell e Total ganharam entre 1,1 e 2,4 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 1,43 por cento, a 4.756 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,51 por cento, a 5.311 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 1,59 por cento, para 3.505 pontos.

Em MILÃO, o índice FTSE/MIB encerrou em alta de 1,24 por cento, a 21.394 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou apreciação de 1,84 por cento, aos 10.892 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve alta de 1,41 por cento, para 7.710 pontos.

(Reportagem de Joanne Frearson)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.