Bolsas europeias caem com Espanha

As bolsas europeias reagiram em queda ontem à informação de que o volume de empréstimos de difícil recuperação na carteira dos bancos espanhóis atingiu o maior nível desde 1994, equivalente a 8,2% do total. A Bolsa de Madri encerrou a sessão na mínima, com queda de 3,99%. O temor de que a crise contamine a Itália fez a Bolsa de Milão cair 2,42%, seguida de Paris (-1,59%), Frankfurt (-1,01%), Lisboa (-0,94%) e Londres (-0,38%). Hoje, o Tesouro da Espanha faz um leilão de bônus de dois e de dez anos, amplamente aguardado pelos mercados financeiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.