Bolsas europeias caem com temores sobre Grécia e Portugal

Mercados abriram em leve alta, mas inverteram o sinal; índices futuros de Nova York também sinalizam queda

AP,

24 de março de 2010 | 09h10

Após abriram em leve alta impulsionados pelos ganhos em Wall Street e pelo avanço geral na Ásia, os mercados acionários europeus operam em baixa nesta quarta-feira, 24. Uma das preocupações diz respeito a especulações de que o Fundo Monetário Internacional (FMI) será mesmo chamado para ajudar a Grécia a solucionar o seu déficit fiscal. Outro motivo de apreensão para os investidores é o rebaixamento do rating de probabilidade de inadimplência de Portugal para AA-, de AA, pela agência de classificação de risco Fitch.

 

Às 8h34 (de Brasília), o índice FTSE da bolsa de Londres caía 0,5%, enquanto o DAX da bolsa alemã cedia 0,7% e o CAC-40, de Paris, tinha queda de 0,9%. Os índices futuros das bolsas de Nova York também sinalizam uma abertura em baixa nesta quarta. Dow Jones futuro tinha queda de 0,3%, enquanto o Standard & Poor's 500 futuro operava em baixa de 0,4%.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsasEuropaPortugalGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.