Bolsas européias caem e interrompem série de 3 dias em alta

A maioria das bolsas de valoreseuropéias fechou em baixa nesta terça-feira, em meio àpreocupação com o impacto dos problemas do setor de créditoimobiliário de risco nos Estados Unidos e com a queda naconfiança dos investidores alemães. As companhias petrolíferas fecharam em baixa, com a Totalem queda de 1,1 por cento e a Eni em baixa de 0,4 por cento. O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais açõesdas empresas européias, caiu 0,46 por cento, para 1.622 pontos,após alta acumulada de quase 2 por cento nas últimas trêssessões. Na segunda-feira, o índice fechou no maior patamar emseis anos e meio. Entre os destaques negativos, a farmacêutica suíça Novartiscaiu 1,1 por cento após diminuir a previsão de vendas para2007. A empresa afirmou também que dois importantes métodos detratamento desenvolvidos pela companhia ainda não foramaprovados pelas autoridades norte-americanas. Dados mostraram que a confiança dos investidores alemãespiorou mais do que o esperado em julho. O indicador doinstituto ZEW sobre a confiança de analistas e investidoresinstitucionais na maior economia da Europa caiu para 10,4 nestemês, ante 20,3 em junho. "Parece que a tendência positiva do euro levou a um maiorceticismo, por causa do impacto sobre as perspectivas deexportação na Alemanha", disse Stefan Schilbe, economista doHSBC Trinkaus & Burkhardt. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de0,58 por cento, a 6.659 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,83 por cento, para8.038 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,43 por cento, para 6.099pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 0,57 porcento, a 33.085 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 0,29por cento, para 15.153 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve alta de 0,37 por cento, a13.702 pontos. (Por Anshuman Daga)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.