Bolsas européias em alta; Londres, +1,8%

As bolsas européias estão em alta, centradas nos resultados divulgados por empresas da região. Às 9h (de Brasília), o índice FT-100, de Londres, subia 1,88%; o índice CAC-40, de Paris, avançava 3,18%; e o Xetra-DAX, de Frankfurt, operava em alta de 0,49%. As ações da Lufthansa foram destaque na bolsa alemã esta manhã, em consequência das declarações de seu diretor-executivo apontando perspectiva de elevação no lucro operacional da empresa em 2002 para 500 milhões de euros. Anteriormente, a companhia aérea havia previsto lucro de 400 milhões de euros. Ações de outras empresas do segmento acabaram beneficiadas pelos ganhos dos papéis da Lufthansa, que superaram 5% em Frankfurt. As ações da British Airways ganharam 10% e as da Air France avançaram 4,6%. As ações da gigante farmacêutica Aventis subiram 2,5% em Paris, diante do anúncio de alta de 30% em seu lucro líquido no segundo trimestre, para 509 milhões de euros. A empresa disse ainda que irá cumprir com suas projeções de lucro no ano. Em Londres, os papéis da anglo-holandesa Unilever subiram 9%, após ter elevado sua estimativa de ganho no ano. As ações da britânica BSkyB avançaram mais de 4%, diante do anúncio de alta de 20% no lucro, acima do esperado, e alta de 11% na média de receita por usuário. Os papéis da Siemens caíram 1,8%, com informações da venda de 4,3 milhões de ações de sua ex-unidade de semicondutores Infineon Technologies de seu fundo de pensão. A Siemens informou também a demissão de 10% do quadro de funcionários de sua unidade de tecnologias de construção. As ações da Infioneon perderam 2,6%. Ainda em Frankfurt, as ações do Deutsch Post recuaram 3,7%, após alertar que não deve atingir sua meta de vendas no ano e que o lucro EBITDA deve ficar 10% abaixo do registrado no ano passado. O lucro líquido da empresa no primeiro semestre caiu 6%. As informações são da Dow Jones e agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.