Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bolsas europeias fecham em alta com bancos e energia

Esperanças de que a recessão nas maiores economias globais esteja se reduzindo empurraram para cima os principais mercados acionários europeus nesta segunda-feira, com destaque para o desempenho dos setores bancário e de energia.

REUTERS

18 de maio de 2009 | 13h44

O índice FTSEurofirst 300 subiu 2,37 por cento, aos 859 pontos, na máxima da sessão.

Os papéis de bancos figuraram entre os maiores ganhos, com Standard Chartered Bank subindo 8,51 por cento, HSBC avançando 4,42 por cento, Barclays exibindo valorização de 4,86 por cento e Commerzbank ganhando 9,06 por cento.

"O mercado está devolvendo o enfraquecimento da semana passada e está mostrando que os investidores estão preparados para aumentar seu apetite por risco e continuar a comprar ações com as perspectivas de melhora do cenário econômico", disse o estrategista de ações Henk Potts, da Barclays Stockbrokers.

As ações de energia seguiram o avanço dos preços do petróleo. BP, Royal Dutch Shell, Repsol, Total, BG Group e StatoilHydro exibiram alta entre 1,4 e 4,5 por cento.

Os ativos de montadoras também ganharam terreno. BMW, Daimler AG, Volkswagen AG, Peugeot e Renault subiram entre 0,2 e 4 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 2,26 por cento, a 4.446 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 2,42 por cento, para 4.851 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 2,41 por cento, aos 3.245 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou com alta de 1,39 por cento, a 15.707 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou apreciação de 2,01 por cento, a 9.159 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve alta de 0,87 por cento, a 7.114 pontos.

(Reportagem de Atul Prakash)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.