Bolsas européias fecham em baixa de olho em mineradoras

O principal índice de ações européiasfechou em baixa de 1,5 por cento nesta sexta-feira, perdendoterreno pela terceira vez em quatro sessões. A queda nos preçosde metais alimentou um processo de realização de lucros após asrecentes altas das ações de mineradoras. O petróleo também voltou a preocupar, pelos temores deinflação. O FTSEurofirst 300 caiu 1,54 por cento, para 1.324 pontos.O índice acumulou na semana queda de 3 por cento, o piordesempenho semanal desde início de março. As ações de mineradoras recuaram, com a Rio Tintodespencando 5,55 por cento e a BHP Billiton em baixa de 4,7 porcento. "O mercado está tenso pela alta diária do petróleo que setornou quase insuportável. Esta é uma ameaça real para ocrescimento e também um grande problema para a inflação", disseJean-Claude Petit, chefe da área de ações da Barclays WealthManagers France. "Mas isso dito, a alta das ações não acabou. Esta semanaparece mais como um ajuste saudável após semanas de fortesganhos, e não existe razão para que os índices recuem mais napróxima semana." Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de1,53 por cento, a 6.087 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,79 por cento, para6.944 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 1,89 por cento, para 4.933pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou com desvalorização de1,10 por cento, a 25.374 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,98 porcento, para 13.577 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve perdas de 0,89 por cento, a10.809 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.