Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bolsas europeias fecham em baixa pressionadas por setor financeiro

As bolsas de valores da Europa terminaram em queda nesta quinta-feira, em sessão marcada por volatilidade, conduzidas por ações do setor financeiro, como as do ING e do Deutsche Bank.

REUTERS

28 de maio de 2009 | 13h36

O índice FTSEurofirst 300, referência das principais bolsas europeias, recuou 1,2 por cento, para 860 pontos.

Durante a segunda metade dos negócios, os mercados ficaram agitados, seguindo o desempenho instável dos principais índices de Wall Street, que abriram em alta motivados por dados mais fortes que o previsto sobre as encomendas de bens duráveis, mas depois retrocederam diante de novos sinais de fraqueza no mercado imobiliário dos Estados Unidos.

Na Europa, em meio à escassez de notícias sobre companhias, os bancos foram os que mais pressionaram o índice FTSEurofirst 300. As seguradoras também registraram perdas.

ING caiu 5,9 por cento, AXA teve baixa de 4 por cento, Deutsche Bank fechou com declínio de 3,7 por cento e BBVA perdeu 2,3 por cento.

Entre as altas, a siderúrgica ArcelorMittal subiu 3,5 por cento, a farmacêutica Sanofi-Aventis avançou 1,4 por cento e a empresa de telecomunicações France Telecom teve valorização de 1 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,65 por cento, a 4.387 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,36 por cento, para 4.932 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,95 por cento, para 3.263 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel perdeu 0,53 por cento, a 15.917 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 retrocedeu 0,79 por cento, para 9.435 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em queda de 0,69 por cento, a 7.240 pontos.

(Reportagem de Peter Starck)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.