Bolsas europeias fecham em direções divergentes

As bolsas da Europa fecharam em direções divergentes ontem, em meio a notícias corporativas negativas e após a agência de classificação de risco Moody's afirmar que a dívida da Grécia continua insustentável. Mas alguns dados animaram os investidores, como o superávit comercial da zona do euro, que subiu para 10,2 bilhões de euros em outubro. Nos EUA, parece ter havido avanços nas negociações sobre o abismo fiscal - cortes de gastos e aumentos de impostos programados para janeiro. A Bolsa de Paris caiu 0,14%, enquanto Frankfurt subiu 0,11%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.