Bolsas européias operam em queda nesta sexta-feira

Bolsa de Londres caía 9,89%; Paris perdia 6,46% e Frankfurt registrava queda de 7,17%

Agências internacionais,

10 Outubro 2008 | 05h35

As ações na Europa caíam na abertura do pregão desta sexta-feira, refletindo as perdas das bolsas asiáticas e dos Estados Unidos. Os investidores temem que os esforços oficiais não impeçam a recessão da economia americana.   Veja também: Como o mundo reage à crise  Medo de recessão nos EUA derruba bolsas asiáticas Bolsas asiáticas abrem com fortes quedas nesta sexta-feira Após dois novos leilões do BC, dólar fecha em queda de 4,82% Variação do dólar supera queda das commodities na crise FMI age para garantir crédito a emergentes Confira as medidas já anunciadas pelo BC contra a crise Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise Entenda o pacote anticrise que passou no Senado dos EUA  A cronologia da crise financeira  Veja como a crise econômica já afetou o Brasil  Entenda a crise nos EUA    Às 4h27 (hora de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 das principais ações européias caia 7,8%, até 849,57 pontos, após ter tocado ser pior nível desde julho de 2003. O índice já perdeu mais de 22% nesta semana.   As ações dos bancos lideravam as quedas, com Barclays perdendo 13,12%. Santander perdia 3,29% e HSBC 2%.   Também operavam em queda as ações das empresas petrolíferas, com perdas de 6% para Royal Dutch Shell e de 2% em BP, enquanto isso o barril de petróleo caía 4%.   O índice FTSE-100 da Bolsa de Londres operava nos primeiros minutos do pregão em forte baixa de 426,6 pontos (9,89%), aos 3.887,2. Paris abriu em queda de 6,46%, aos 3.220,36 pontos.   Em Milão, o índice S&P/MIB operava nos primeiros minutos do pregão em forte baixa de 9,09%, para 19.884 pontos. O índice geral Mibtel registrava queda de 8,15%, aos 15.172 pontos.   Em razão da forte baixa, 17 dos 40 títulos que formam o seletivo foram suspensos, entre eles os dos principais bancos do país (Unicredit e Intesa Sanpaolo) e os da Telecom e da Fiat.   O índice DAX 30 da Bolsa de Frankfurt perdia 7,17%, para 4.536 pontos. Já em Madri, o índice Ibex-35 desabava 7,96%, aos 9.114. Enquanto o Índice Geral de Madri registrava queda de 6,21%, para 999 pontos.   Em Zurique, o índice geral SMI (Swiss Market Index) perdia 430 pontos (7,43%), para 5.368,21.   O governo americano estuda garantir bilhões de dólares em dívidas bancárias e assegurar temporariamente todos os depósitos bancários do país, segundo reportagem do jornal Wall Street Journal nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.