Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bolsas europeias sobem com bancos e setor de energia

Os mercados acionários europeus fecharam em alta nesta terça-feira, após terem atingido na véspera a mínima em duas semanas. Os preços de petróleo mais altos impulsionaram ações de companhias de energia e o Swedbank liderou os ganhos do setor bancário.

REUTERS

18 de agosto de 2009 | 13h18

O índice FTSEurofirst 300, principal referência dos mercados acionários europeus, foi um pouco pressionado por dados que mostraram que as construções e os novos alvarás nos Estados Unidos diminuíram em julho, mas se recuperou e fechou em alta de 1,07 por cento, a 931 pontos.

"Agora que a maior parte dos resultados da temporada já foi divulgada, o mercado vai se concentrar no lado macroeconômico", afirmou Dang Chicuong, analista de ações na Richelieu Finance, em Paris.

A construção de novas moradias nos EUA surpreendeu e caiu em julho, mas o quinto avanço consecutivo das construções de moradias de uma só família manteve vivas as esperanças de que a economia está no caminho de uma recuperação.

As ações de instituições financeiras estiveram entre as maiores altas, com Standard Chartered, HSBC, Lloyds, Royal Bank of Scotland e Swedbank ganhando entre 0,9 e 12,6 por cento.

Os papéis de companhias de energia foram puxados pelo aumento nos preços do petróleo. BP, BG Group, Tullow Oil, Repsol, Total e StatoilHydro subiram entre 0,2 e 2,4 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,88 por cento, a 4.685 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 0,94 por cento, para 5.250 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,91 por cento, para 3.450 pontos.

Em MILÃO, o índice FTSE/MIB encerrou com avanço de 1,36 por cento, a 21.247 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou apreciação de 1,04 por cento, a 10.708 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve valorização de 1,18 por cento, aos 7.578 pontos.

(Reportagem de Atul Prakash)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.