carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Bolsas européias sobem por petrolíferas em sessão esvaziada

As bolsas de valores européias subiram nesta segunda-feira, estimuladas por ações do setor de energia à medida que a tensão entre Israel e o Hamas impulsionava o preço do petróleo. A sessão, no entanto, foi fraca devido às festas de fim de ano. O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,56 por cento, para 808 pontos. As ações de companhias ligadas a petróleo e gás foram as que mais contribuíram para a alta do índice, com os papéis da BP, do BG Group e da Tullow Oil avançando entre 2,7 e 3,2 por cento. Os preços do petróleo aproximavam-se de 38 dólares o barril, após terem ultrapassado 40 dólares, na esteira do enfraquecimento do dólar e dos ataques israelenses contra o Hamas --que serviram como um lembrete das tensões que podem ameaçar o fornecimento de petróleo pelo Oriente Médio. Ações de farmacêuticas subiram, com destaque para AstraZeneca, Shire e GlaxoSmithKline. Os papéis da Novaratis AG apresentaram avanço de 1,2 por cento. A farmacêutica suíça divulgou que vai autorizar um programa de vacinas do grupo norte-americano AlphaVax. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 2,44 por cento, a 4.319 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 1,63 por cento, para 4.704 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,47 por cento, para 3.130 pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em alta de 0,23 por cento, a 14.898 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou queda de 0,56 por cento, para 9.017 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve valorização de 0,89 por cento, a 6.289 pontos. (Reportagem adicional de Atul Prakash em Londres e Christoph Steitz em Frankfurt)

REUTERS

29 de dezembro de 2008 | 15h03

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.