Bolsas européias têm leve baixa apesar de dados bons nos EUA

O principal índice de ações européiasfechou em leve baixa nesta sexta-feira, depois que uma série dedados surpreendentemente positivos nos Estados Unidos nãoconseguiu ofuscar o alerta de lucros da Munich Re, que abalouos papéis de seguradoras. No lado positivo, a Danone subiu 7,7 por cento apósmelhorar a meta de margem operacional em 2008 e confirmar opanorama de vendas e crescimento do lucro em 2008. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300teve variação negativa de 0,09 por cento, a 1.169 pontos, apóscair mais de 1 por cento durante a sessão. No final do pregão, indicadores melhores que o esperado nosEUA tranquilizaram os investidores acerca do panorama para amaior economia do mundo. A confiança do consumidor se recuperoude forma inesperada em julho, as vendas de novas moradiastiveram resultado melhor que o previsto em junho e asencomendas de bens duráveis cresceram surpreendentemente tambémem junho. "O embarque dos principais bens duráveis aumentou peloquarto mês seguido, sinalizando a resistência do investimentoem equipamentos mesmo com o cenário complicado", disse Jan-MarcLucas, economista do BNP Paribas, em relatório. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de0,18 por cento, a 5.352 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX teve variação negativa de 0,06por cento, a 6.436 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,67 por cento, para 4.377pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em alta de 0,23 porcento, a 21.972 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,73 porcento, para 11.589 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,36 porcento, aos 8.613 pontos. (Reportagem de Blaise Robinson)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.