Bolsas europeias têm melhor ano desde 1999

As bolsas de valores da Europa encerraram o ano nesta quinta-feira com a melhor performance desde 1999, com as empresas mineradoras liderando a alta em linha com os preços das commodities.

JOANNE FREARSON, REUTERS

31 de dezembro de 2009 | 14h52

O índice FTSEurofirst 300 das principais ações da região fechou o dia em alta de 0,24 por cento, para 1.045 pontos. No ano, o ganho foi de 25,4 por cento.

 

Veja também:

link Índices acionários dos EUA têm melhor ano desde 2003

link Bolsa fecha o ano com a maior alta do mundo

link Commodities rumam para o ano mais forte desde 1973 

 

As bolsas europeias saltaram 62 por cento desde o recorde de baixa atingido em março, impulsionadas por uma recuperação dos papeis cíclicos como do setor de matérias-primas, cujo índice teve forte avanço de 102 por cento neste ano.

Ante o recorde de alta atingido em meados de 2007, no entanto, o índice das bolsas ainda tem baixa de 36 por cento.

Nesta quinta-feira, as mineradoras foram impulsionadas pelos preços do cobre, que subiram em razão de uma greve em uma mina no Chile.

Anglo American, Antofagasta, Rio Tinto e Xstrata ganharam entre 0,5 e 1,8 por cento.

As ações do setor imobiliário também se destacaram, com British Land, Land Securities Group e Liberty International subindo de 2,8 a 4,3 por cento.

As bolsas da França e da Grã-Bretanha subiram 22 por cento no ano, a maior alta desde 1997.

O volume no pregão do dia foi fraco, com muitos mercados já fechados devido ao feriado de Ano Novo, como Alemanha e Itália.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.