Bolsas fecham sem rumo único na Europa

Sem notícias conclusivas na reunião entre a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o primeiro-ministro da Grécia, Antonis Samaras, as bolsas europeias fecharam sem direção ontem. Pesaram também a divulgação de uma carta em que o presidente do Federal Reserve, o banco central americano, Ben Bernanke, afirma que ainda há espaço para mais medidas de estímulo e a notícia de que o Banco Central Europeu (BCE) estaria estudando criar uma meta para a faixa de negociação das taxas de retorno ao investidor. Londres fechou estável e Milão caiu 0,49%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.