Bolsas na Europa sobem com bancos e mineradoras

O principal índice de ações da Europa atingiu o maior patamar de fechamento em quase 10 meses nesta segunda-feira, impulsionado por bancos e mineradoras. Recentes dados econômicos positivos e comentários otimistas de alguns bancos centrais incentivaram investidores a comprar ativos de maior risco.

REUTERS

24 de agosto de 2009 | 13h11

O índice FTSEurofirst 300, referência das principais ações europeias, subiu 0,75 por cento, para 974 pontos, alcançando o nível mais alto de fechamento desde o começo de novembro, segundo dados preliminares.

O indicador avançou 17 por cento neste ano e acumula alta de 51 por cento desde que atingiu a mínima recorde em março.

Os bancos registraram um dos melhores desempenhos, com o índice DJ STOXX que monitora o segmento, que saltou 52 por cento neste ano, em alta de 1,8 por cento nesta segunda-feira.

Standard Chartered, Barclays, Lloyds, Royal Bank of Scotland, UBS e Société Générale dispararam entre 1,5 e 6,8 por cento.

"Os dados econômicos estão a favor de uma recuperação mais forte que a esperada. Nós podemos ficar bastante otimistas sobre os ativos de maior risco", disse Romain Boscher, diretor de gestão de ativos do Groupama Asset Management.

A confiança melhorou após dados mostrarem que as encomendas à indústria da zona do euro se recuperaram mais que o previsto em junho frente ao mês anterior, reiterando sinais de recuperação econômica, conforme o fortalecimento da economia global criou demanda por bens da região.

As mineradoras se fortaleceram em meio ao avanço dos preços dos metais. BHP Billiton, Anglo American, Antofagasta, Rio Tinto, Xstrata e Eurasian Natural Resources subiram entre 3,3 e 5,3 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,93 por cento, a 4.896 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 1,04 por cento, para 5.519 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 1,01 por cento, para 3.652 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve oscilação positiva de 2,09 por cento, a 22.354 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 1,28 por cento, para 11.303 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 avançou de 1,03 por cento, para 7.893 pontos.

(Reportagem de Atul Prakash)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.