Bolsas nos Estados Unidos fecham em alta

As bolsas norte-americanas fecharam em alta nesta quinta-feira. O índice Dow Jones - que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - subiu 1,83% e a Nasdaq - que negocia ações do setor de tecnologia e Internet - encerrou o dia em alta de 2,79%. No Brasil, os mercados não funcionaram devido ao feriado de Corpus Christi. Amanhã, as negociações voltam ao normal.Os investidores reagiram bem aos números divulgados hoje nos Estados Unidos, apesar de o presidente do Banco Central norte-americano (Fed), Ben Bernanke, mostrar mais uma vez sua preocupação com inflação. A produção industrial nos Estados Unidos caiu 0,1% em maio, a primeira redução da atividade de fábricas, minas e indústrias de serviços desde janeiro. Desde maio de 2005, a produção industrial dos EUA cresceu 4,3%.Os dados da economia norte-americana têm atraído a atenção dos investidores. Juro mais alto nos EUA acaba prejudicando o desempenho das economias no mundo todo. A dívida dos países cresce e as exportações diminuem.O Fed já sinalizou que está preocupado com a inflação e isso significa que os juros norte-americanos poderão subir na próxima reunião do Fed, marcada para o dia 29 de junho. Hoje, contudo, o número divulgado foi contra esta tendência e o mercado norte-americano deixou em segundo plano o discursos de Bernanke, já que essa não é a primeira vez em que ele demonstra preocupação com inflação.Ele disse que os preços da energia provavelmente permanecerão altos e a pressão que eles exercerão sobre bens e serviços precisa de acompanhamento cuidadoso. Bernanke também afirmou que o Fed continuará atento ao avanço da inflação. "Os aumentos cumulativos nos preços de energia e commodities já foram altos o bastante para que sejam responsabilizados por parte da recente elevação do núcleo da inflação", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.