Bolsas nos EUA despencam e arrastam mercados

As empresas norte-americanas estão anunciando suas previsões de resultados no segundo trimestre de 2001, as quais, em função da desaceleração da atividade econômica do país, voltam a decepcionar os investidores. Com lucros abaixo da expectativa do mercado, as ações despencam. O Dow Jones ? Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York ? fechou em queda de 1,63%, e a Nasdaq ? bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York ? fechou em queda de 5,99%.No Brasil, os mercados já estavam muito apreensivos e as quedas nos Estados Unidos trouxeram pessimismo renovado. Além disso, ainda há a ameaça de formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar denúncias de corrupção no governo federal. Governo e oposição ainda disputam votos no Congresso.A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda de 1,38%, registrando giro financeiro muito fraco hoje, de apenas R$ 369,680 milhões, o menor volume desde 15 de janeiro. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano ? fecharam o dia pagando juros de 18,900% ao ano, frente a 18,700% ao ano ontem. E o dólar fechou em R$ 2,1250, com alta de 0,05%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.