Marcos Corrêa / PR
Marcos Corrêa / PR

Bolsonaro defende autonomia do Banco Central no Twitter

Governo diz que autonomia incentivará o aumento da produtividade nacional e da eficiência econômica

Gregory Prudenciano, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2019 | 15h55

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi ao Twitter defender o projeto de lei apresentado nesta quinta-feira, 11, pelo governo, que dá autonomia ao Banco Central (BC). O texto será encaminhado ao Congresso nos próximos dias e integra a lista de ações propostas para os 100 dias de governo.

"A exemplo das economias mais avançadas, oficializamos hoje a proposta que consolida a autonomia do Banco Central, princípio importante que ajuda a fornecer estabilidade, eficiência e crescimento econômico", tuitou o presidente, lembrando que o projeto "é mais um compromisso" feito durante a campanha eleitoral que estaria "sendo cumprido".

A justificativa do projeto aponta que a "autonomia operacional e técnica para cumprir as metas de inflação definidas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN)" será consagrada a partir da aprovação do texto. O governo afirma que a autonomia incentivará o aumento da produtividade nacional e da eficiência econômica.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.