Marcos Corrêa/PR
Marcos Corrêa/PR

Bolsonaro reforça que acordo entre Mercosul e União Europeia está prestes a ser concluído

Segundo o presidente, falta 'uma coisinha ou outra' para o acordo ser concluído

Renata Agostini, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2019 | 15h02

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, 14, que o acordo comercial entre Mercosul e a União Europeia está prestes a sair e que agora falta apenas "uma coisinha ou outra", como chegar a entendimento com vinicultores e com o setor de laticínios.

Ao falar sobre os países da região, Bolsonaro disse que há interesse do Brasil em buscar soluções para ajudar a economia argentina a se recuperar.

Ele afirmou, por exemplo, que os argentinos estão interessados no transporte de cabotagem no Brasil e que a medida também pode beneficiar os brasileiros.

"Buscaremos também ajudar os vizinhos", afirmou Bolsonaro durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto. O Estado foi um dos veículos convidados. "Já temos a Venezuela, que é um problema complicadíssimo", afirmou.

Sobre medidas para impulsionar a economia doméstica, o presidente afirmou que a prioridade do governo após a reforma da Previdência será tocar a reforma tributária, como já anunciado pela equipe econômica.

Ele disse ainda que há preocupação com o nível do desemprego no País, mas que é um tema difícil diante do alto custo da mão de obra e da qualificação baixa dos trabalhadores brasileiros.

Bolsonaro afirmou que, se não fosse a reforma trabalhista aprovada durante o governo de Michel Temer, ao qual ele foi favorável como deputado federal, a situação "estaria muito pior".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.