Gabriela Biló
Gabriela Biló

Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Bolsonaro sugere que redução do preço dos combustíveis depende dos Estados

Em sua página no Twitter, o presidente disse que 'quase 1/3 do produto final é ICMS'; mensagem já havia sido postada em seu Facebook

Gabriel Caldeira, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2020 | 12h38

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi às redes sociais para sugerir que uma redução de preço do combustível depende dos Estados, através do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). "Como reduzir o preço dos combustíveis? Quase 1/3 do produto final é ICMS. Boa dia a todos!", escreveu em seu Twitter na manhã de hoje (9). A mensagem já havia sido postada em sua conta no Facebook na noite de ontem (8).

Na mesma postagem, Bolsonaro publicou um vídeo de entrevista recente na saída do Palácio da Alvorada em que fala de um projeto que tramita na Câmara que, segundo ele, reduziria ao menos 20% do preço do litro do álcool através da venda direta do produto.

"Queremos que o usineiro pegue um caminhão regular e entregue o etanol no posto. Hoje, ele é obrigado a passar por um distribuidor" disse. O presidente ainda afirmou que o projeto está travado no Parlamento pois "existem grupos que querem criar um imposto sobre a venda direta".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.