Bosch demite 900 em Curitiba

A Bosch demitiu ontem cerca de 900 funcionários de sua unidade na Cidade Industrial de Curitiba e concedeu licença remunerada até o dia 28 para as outras 3 mil pessoas que prestam serviço, entre metalúrgicos e trabalhadores administrativos. Segundo a empresa, a crise reduziu a demanda no mercado automotivo, o que afetou a empresa, líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. O Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba pretende suspender as demissões com uma liminar no Tribunal Regional do Trabalho, e chamará o Ministério Público do Trabalho para buscar uma alternativa. Em nota, a empresa afirmou que desde o último trimestre de 2008 o número de pedidos vem caindo, o que a obrigou a reduzir o volume de produção. O presidente do sindicato, Sérgio Butka, afirmou que o anúncio foi uma surpresa e considerou "difícil" o caminho da Justiça para rever as demissões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.